Dieta Paleolítica, o Que Comer, Cardápio e Receitas

Dieta Paleolítica ou Dieta Paleo: Os homens das cavernas, mais exatamente aqueles que viveram no período paleolítico, tinham uma dieta muito saudável.

Alimentos prontos, repletos de conservantes, carregados em temperos e com muita gordura não existiam em seu cardápio.

Essas populações comiam, basicamente, aquilo que conseguiam obter na natureza, seja através da retirada de frutas e verduras do solo ou, ainda, com a caça a animais que lhes forneciam uma boa dose de proteínas.

Com essa dieta, bastante saudável, os homens do paleolítico viveram muito bem, sem doenças cardíacas e sem sobrepeso.

Séculos depois, a dieta desse período volta a fazer parte de nossa rotina, desta vez com o objetivo de fornecer qualidade de vida e ajudar e enxugar aqueles quilinhos a mais.

O que é a Dieta Paleolítica ou Paleodieta

A dieta paleolítica, como seu nome já diz, prega que seus adeptos tenham uma rotina alimentar muito parecida com a de nossos antepassados nas cavernas.

Como eles não tinham acesso a carboidratos, esse grupo alimentar fica fora do cardápio, sendo inserido em seu lugar as proteínas, principalmente aquelas vindas das carnes vermelhas, além de frutas e sementes, opções que eram encontradas mais facilmente à época.

E, como a comida não era algo muito fácil de se obter durante a era paleolítica, nossos ancestrais ficavam longos períodos em jejum. Logo, quem adere a essa dieta paleo, precisa se acostumar a ficar bastante tempo sem comer.

Porque a dieta paleolítica faz bem?

Embora os carboidratos tenham ocupado parte importante de nossas vidas, e os doces nos deixem felizes e muito satisfeitos, esse tipo de alimento não faz parte de nossa rotina alimentar.

Nosso corpo, aliás, foi projetado para receber alimentos mais naturais, vindos da terra e, com a correria do dia a dia, raramente conseguimos fazer uma alimentação saudável.

Por isso, ao aderir à dieta paleolítica, acabamos retornando às nossas origens, fazendo uma alimentação natural, sem conservantes, excesso de temperos e muitos doces, e dando ao nosso corpo a energia e os alimentos que ele precisa para funcionar muito bem.

Além disso, o período de jejum que a dieta paleolítica prega ajuda na queima de gordura. Isso acontece porque, como os carboidratos são retirados da dieta, o corpo precisa buscar outras formas de energia para se manter em pleno funcionamento.

Depois de consumidas as reservas de energia vindas das proteínas, nosso organismo começa a consumir as camadas de gordura que temos depositadas no tecido adiposo. Consumindo essas reservas começamos, rapidamente, a perder peso.

O que posso comer na dieta paleolítica?

Para fazer a dieta paleolítica corretamente é preciso ficar atento ao cardápio diário. Durante as refeições, por exemplo, é permitida a ingestão de carne, seja ela branca ou vermelha, afinal esses alimentos são fontes importantes de proteínas.

Os grãos e as massas, como o trigo, o milho e o arroz, estão riscados da dieta, já que não faziam parte do cardápio natural dos homens do paleolítico e são fontes de carboidratos.

Mas isso não significa que você vá abolir completamente os carboidratos de sua dieta. Em lugar das sementes e grãos, ele virá de frutas e verduras.

Com menor índice glicêmico, esses alimentos contém ainda grande quantidade de fibras, ajudando assim a regularizar o funcionamento do intestino.

Com esses cuidados, você conseguirá fazer a dieta paleo e perder os quilos que tanto deseja.

Leia também: Como Manter o Foco na Dieta sem Perder o Ânimo

você pode gostar também

Comentários estão fechados.

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência e para entender como você usa nossos serviços. Aceito Leia Mais

error: Content is protected !!